11/05/2024 às 22h58min - Atualizada em 14/05/2024 às 13h00min

Mês da Enfermagem homenageia o cuidado feminino

Mais de 95% dos profissionais de saúde da ACG Home Care são de enfermeiras, que atuam no cuidado, proteção e amparo do paciente.

REGINA DINIZ
https://acghomecare.com.br/wp/

Direito de foto ACG Home Care
No setor de saúde, o atendimento ao paciente vai além de medicamentos, exames, atendimento médico-hospitalar, equipamentos de alta tecnologia, embora tão necessários. Envolve também o cuidado, empatia, dedicação e o tratamento adequado para garantir bem-estar e recuperação da saúde do paciente. No contexto da atenção e internação domiciliar (home care), o cuidado, proteção e amparo à pessoa doente ou ao idoso é a essência da profissão de enfermagem, que requer ações de assistência ao nível físico e emocional.

“Quando descrevemos o ecossistema da assistência domiciliar, onde cada gesto e palavra têm um impacto profundo na vida do paciente, as enfermeiras são os pilares sobre os quais repousa a esperança, o conforto, aconchego e, em muitas situações, a cura”, declara o CEO da ACG Home Care, Alexandre Pires. “Em nenhum outro segmento esta premissa é mais evidente do que no setor de atenção e internação domiciliar, onde as enfermeiras desempenham um papel insubstituível na promoção da saúde e na qualidade de vida dos pacientes”, acrescenta.

 
No atendimento em domicílio, o princípio fundamental é manter o bem-estar, restabelecer a saúde e a autonomia do paciente, seja ele em atenção domiciliar como no atendimento ao idoso ou em uma internação domiciliar por problemas de doença crônica ou de acidente, por exemplo. Nestas situações, as enfermeiras são as guardiãs, proporcionando cuidados individualizados que vão além das necessidades puramente clínicas.

Maio é o mês de homenagear o trabalho incansável e dedicado das enfermeiras. O Dia Internacional da Enfermagem (12 de maio), foi criado em reconhecimento aos trabalhos prestados em combates civis pela enfermeira Florence Nightingale. Nascida em 1820, é considerada a fundadora da enfermagem moderna por adotar protocolos de atendimento como higiene e um olhar social e humano para o paciente.

No Brasil, muitas instituições de saúde realizam a semana de Enfermagem, de 12 a 20 de maio. Instituída para comemorar o Dia do Técnico e Auxiliar de Enfermagem (20 de maio), em homenagem à enfermeira Ana Néri, considerada a ‘Mãe da Enfermagem’ no país. Nascida em 1814 na Bahia, é lembrada pelos trabalhos realizados em hospitais e pelo trabalho voluntário na Guerra do Paraguai (1864 a 1870).

“Reconhecemos o papel fundamental destas profissionais no cuidado ao paciente em hospitais, em domicílio, em combates, em situações de catástrofes como pandemias enchentes, incêndios. Queremos agradecer e celebrar estas tão merecidas homenageadas”, destaca a diretora Assistencial da ACG Home Care, Cristiane Pires Marrone. “A compaixão, habilidade e compromisso desta profissional é essencial para garantir que os pacientes recebam os cuidados técnicos necessários e mais além, a atenção emocional e acolhimento imprescindíveis para o bem-estar e o restabelecimento da saúde”, complementa.

Enfermagem no Cuidado ao Paciente em Domicílio

- Promoção da Recuperação e Bem-estar: as enfermeiras desempenham um papel fundamental no apoio à recuperação dos pacientes em ambiente domiciliar. Oferecem cuidados e tratamentos personalizados e necessários para sua saúde e bem-estar contínuos.

- Prevenção de Complicações: o cuidado em domicílio permite que as enfermeiras monitorem de perto o estado de saúde dos pacientes e identifiquem precocemente quaisquer sinais de complicações. Ajuda a prevenir hospitalizações desnecessárias e melhorar a qualidade de vida dos atendidos, permitindo a eles permanecer no conforto de seus lares.

- Adaptação às Necessidades Individuais: cada paciente é único, com necessidades e cuidados e circunstâncias específicas. No cuidado domiciliar, as enfermeiras são competentes para adaptar seus cuidados às necessidades individuais de cada paciente, adotando uma abordagem integrativa e centrada no paciente.

- Suporte às Famílias: além de cuidar diretamente dos pacientes, as enfermeiras que trabalham em atenção e internação domiciliar oferecem ainda suporte e orientação às famílias, ajudando-as a entender e lidar com as necessidades de cuidados de seus entes queridos. Ajuda a promover um ambiente de apoio e colaboração, fortalecendo a relação entre o paciente e a família. 

- Promoção da Autonomia: ao receber cuidados de enfermagem em casa, os pacientes têm a oportunidade de manter sua independência e autonomia, participando ativamente de seu próprio processo de cuidado e tomada de decisões relacionadas à saúde.

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
REGINA HELENA LIMA DINIZ
reginadiniz@rdcom.net.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://sandboxwj.cmswebsg.com.br/.