28/04/2022 às 10h21min - Atualizada em 29/04/2022 às 00h00min

Manejo estratégico ajuda a controlar as verminoses, principais responsáveis pela mortalidade de bovinos

As verminoses são enfermidades comuns nas fazendas de todo o país, mas comprometem bastante a produtividade da pecuária

SALA DA NOTÍCIA Fernanda de Souza Martins
As verminoses são enfermidades comuns nas fazendas de todo o país, mas comprometem bastante a produtividade da pecuária, elevando a taxa de mortalidade dos bovinos e comprometendo a reprodução. “Entre as infestações mais recorrentes, estão a broncopneumonia verminótica, também chamada de verminose pulmonar, e a verminose gastrointestinal”, explica o médico veterinário Thales Vechiato, gerente de produtos para grandes animais da Syntec do Brasil. “Os criadores devem estar atentos a esses problemas em suas propriedades, pois eles roubam o lucro”, alerta.
Principais causadoras de prejuízos na pecuária, as verminoses são favorecidas pelo clima tropical do Brasil (quente e úmido na maior parte do ano, na maior parte das regiões) e se proliferam de maneira rápida nos rebanhos, impactando a saúde do gado e comprometendo o resultado financeiro da propriedade. “Por essa razão, o conhecimento das verminoses e de suas formas de controle é de muita importância para o bom desempenho da pecuária e a garantia do bem-estar dos animais”, alerta Vechiato.
Estudo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) mostra que um animal com vermes perde até 45 quilos por ano. Além disso, a taxa de mortalidade em casos mais graves, quando o tratamento demora a acontecer, pode chegar a 30%. “Na prática, o controle de parasitas se faz com tratamentos momentâneos, em épocas inespecíficas, ou também de forma curativa, isto é, quando o animal já apresenta sinais clínicos graves, no intuito exclusivo de evitar a sua morte”, esclarece o veterinário da Syntec.
Segundo Thales Vechiato, alguns pilares ajudam a evitar problemas com verminoses nas fazendas:
  • Estratégico: evita novas infestações de pastagens a médio e longo prazos. Por meio desse pilar, adota-se o uso racional de vermífugos e a continuidade das cargas parasitárias. Trata-se de um tratamento com melhor custo-benefício ao produtor rural
  • Supressivo: utilização dos vermífugos em períodos predeterminados, ao longo do ano. Entretanto, com esse pilar, surge o risco de dosagens desnecessárias, o que aumenta a resistência dos agentes patológicos no gado de corte
  • Tático: nesse pilar, a vermifugação do rebanho de corte ocorre quando fatores ambientais aumentam as chances de desenvolvimento de vermes. A entrada em novas pastagens ou a aquisição de novos animais, por exemplo, também exigem a vermifugação do gado.
De acordo com o especialista da Syntec, mesmo com a implementação de práticas para diminuir os problemas com verminoses, a consulta a profissionais, principalmente quando o gado já estiver infectado, é indispensável, pois apenas o médico veterinário é habilitado para diagnosticar e indicar as medicações e dosagens corretas que cada animal deve receber.
Para auxiliar no controle das verminoses, a Syntec desenvolveu Synmectin, solução injetável de amplo espectro de ação à base de ivermectina. Eficaz, o produto é indicado para controle e tratamento dos principais parasitas internos e auxilia no controle de parasitas externos que afetam os bovinos. Synmectin controla a incidência de vermes intestinais, vermes pulmonares e vermes redondos, além de carrapatos e ácaros.
O portfólio da Syntec também conta com o antiparasitário oral Alnor 10%. Composto por albendazol, o medicamento tem amplo espectro de ação e é indicado para o tratamento das principais parasitoses que afetam os bovinos. A solução é eficiente para combate e prevenção contra as formas adultas, larvares e ovais de vermes redondos gastrointestinais, além de atuar contra parasitoses pulmonares e hepáticas.
Sobre a Syntec
A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira, com foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Mais informações: www.syntec.com.br
 
Link
Notícias Relacionadas »