20/04/2022 às 08h38min - Atualizada em 23/04/2022 às 00h00min

Bem-estar animal: tratamento ágil de infecções em bovinos contribui para a meta

SALA DA NOTÍCIA Beatriz Priscila Pedrini
O conceito de bem-estar animal é intrínseco ao cuidado sanitário nas propriedades rurais. Esse é um dos motivos pelos quais os produtores devem estar atentos sempre a determinadas enfermidades que acometem o rebanho, seja de corte ou de leite. “A prevenção é a melhor estratégia. Porém, quando o problema está presente, é preciso agir com rapidez e eficiência”, destaca Antônio Coutinho, gerente de produtos para animais de produção da Vetoquinol Saúde Animal.
O especialista complementa que essa agilidade também contribui para promover o bem-estar animal. “Muitas vezes, é o que faz a diferença na rentabilidade da fazenda, visto que animais doentes e sem tratamento acarretam em perdas sistêmicas na propriedade, principalmente relacionadas a prejuízos financeiros".
Coutinho exemplifica os prejuízos nas propriedades com um problema conhecido dos pecuaristas: a diarreia. "Pode parecer um problema simples, mas se não tratada corretamente causa retardo do crescimento dos bezerros e até morte. Quando isso acontece, o prejuízo é devastador, considerando que 1 bezerro custa, em média, R$ 3 mil", explica. Nesse sentido, o especialista da Vetoquinol ressalta que facilidade e agilidade são pilares que todo pecuarista deve ter em mente ao buscar soluções para cuidar da saúde dos animais. "Medicamentos com dose única, por exemplo, ajudam no manejo ideal, favorecendo até a rotina da equipe na fazenda", afirma.
Há no mercado diversas tecnologias disponíveis e de fácil acesso aos produtores que desejam solucionar problemas e retomar a produção com normalidade. É o caso da associação de antibióticos com anti-inflamatórios, combinação que possibilita a rápida recuperação dos animais e permite o seu retorno à produção. "Afinal, para cada dia de tratamento, perde-se um dia de produção", alerta Antonio Coutinho. Uma das mais eficazes soluções contra infecções é a associação do anti-inflamatório meloxican com o antibiótico ceftiofur, presentes em AcurA® Max, da Vetoquinol.
O medicamento é ideal para a recuperação rápida e eficaz dos animais, com dose única, quatro anos de validade e baixa carência. "AcurA® Max é um produto que toda fazenda deve ter na farmácia para aplicação assim que surgir qualquer sinal de infecção nos bovinos, como febre, perda de peso ou diarreia", recomenda Coutinho. "Além disso, o medicamento tem quatro anos de validade, o que racionaliza os custos e a mão-de-obra das propriedades, sem deixar de lado a segurança e a eficácia do tratamento", finaliza. 

 
Link
Notícias Relacionadas »