20/04/2022 às 08h43min - Atualizada em 22/04/2022 às 00h00min

Pecuarista afirma: tratamento rápido contra infecções evitou perdas de até uma arroba por bovino ao mês

SALA DA NOTÍCIA Beatriz Priscila Pedrini
A ocorrência de diarreia bovina é recorrente nas fazendas, sejam de corte ou leite. Enfermidade importante, ela gera perdas significativas para os produtores. Suas causas são variadas, mas a redução da imunidade torna os animais ainda mais suscetíveis a esse e outros problemas sanitários. Ter ao alcance as melhores opções de tratamento garante maior eficácia e ajuda a evitar prejuízos. O pecuarista Wemerson França Almeida, proprietário da Agropecuária Almeida (TO), informa que trabalha há quatro anos com o antibiótico associado a anti-inflamatório Acura® Max, da Vetoquinol Saúde Animal, uma das 10 maiores indústrias veterinárias do mundo. "Desde que levei o produto para a região, tenho utilizado com sucesso para combater diversas enfermidades", diz.
Wemerson tem rebanho de 10 mil cabeças de corte e 2 mil vacas de leite. Segundo o pecuarista, a diarreia é a mais comum dentre as patologias que ocorrem na fazenda. "Quando o problema surge, a ação precisa ser rápida. O primeiro passo é separar os animais infectados dos demais, para garantir que a transmissão seja controlada. O segundo passo é a aplicação do Acura® Max".
"Nossa região é muito quente e é comum ocorrer casos de diarreia bovina. É uma doença fatal e Acura® Max soluciona o problema em horas. Se não forem tratados, os animais morrem geralmente em dois dias", explica Wemerson.
No caso dos bezerros de leite, o prejuízo pode chegar a "R$ 2 mil reais por cabeça", conta o produtor. Já no caso de animais de corte, o custo por animal perdido pode ser ainda maior. A infecção torna o animal apático, sem se alimentar corretamente, acarretando na perda de peso e estresse, o que afeta a rentabilidade e a qualidade da carne, quando o caso não é fatal.
Apesar dos cuidados no manejo, diversos fatores desencadeiam a diarreia, levando os bovinos a perder peso e ficar mais suscetível a outras patologias. Nesse sentido, Acura® Max ajudará no combate a várias dessas doenças, devido ao seu amplo espectro e à sensibilidade de várias bactérias ao seu princípio ativo, Ceftiofur.
Wemerson Almeida destaca que já presenciou casos assim em sua fazenda e o prejuízo poderia ter sido ainda maior se não agisse rápido. "O animal estava debilitado há algum tempo e não engordava mais. Depois do uso de Acura® Max, em dez dias vimos a diferença. A infecção acabou e em 30 dias ele estava em excelente estado", relata. "Nesse período, se não tratado, a perda é muito grande e pode passar de uma arroba por animal."
Combate eficaz a infecções
Demorar para agir ou escolher tratamentos ineficazes pode representar alto custo para a pecuária de corte e leite. Afinal, para cada dia de tratamento, perde-se um dia de produção em média – seja em ganho de peso ou na produção de leite. Os pecuaristas buscam soluções para ação cada vez mais rápida e eficaz, minimizando as perdas e potencializando a saúde do rebanho, para que os bovinos alcancem seu máximo potencial produtivo.
"Acura® Max é uma solução definitiva para o tratamento de infecções no rebanho bovino. A solução é composta por um antibiótico e um anti-inflamatório, eficaz em dose única, proporcionando menos manejo, consequentemente menos estresse dos animais e mais praticidade, realmente um amigo do peão", afirma Antônio Coutinho, gerente de produtos de animais de produção da Vetoquinol. "Além disso, o medicamento tem quatro anos de validade, o que racionaliza os custos e a mão-de-obra das propriedades, sem deixar de lado a segurança e a eficácia do tratamento."

 
Link
Notícias Relacionadas »