20/04/2022 às 12h47min - Atualizada em 20/04/2022 às 14h00min

Processamento de soja cresce no primeiro bimestre de 2022 e exportações batem recorde

Exportações do complexo soja devem somar US$ 56 bilhões este ano

SALA DA NOTÍCIA ABIOVE
abiove.org.br
ABIOVE
A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE) atualizou as estatísticas do complexo soja no Brasil até fevereiro de 2022.

No primeiro bimestre deste ano foram processadas 5,6 milhões de toneladas de soja, para uma amostra representativa de cerca de 84% do esmagamento do grão no Brasil. Os números indicam um incremento superior a 18% no comparativo com o mesmo período de 2021.

As exportações totais do setor, conforme dados oficiais da Secretaria de Comércio Exterior (SECEX), apresentaram elevado crescimento no acumulado de janeiro a março de 2022 relativamente ao mesmo período do ano anterior e bateram novos recordes, registrando aumentos de 36% para a soja em grãos (21 milhões de toneladas), 42% para o farelo de soja (4,5 milhões de toneladas) e 127% para o óleo de soja (480 mil toneladas). Vale destacar que estas diferenças sobre o ano anterior também estão influenciadas pelo atraso da colheita em 2021 que levou à postergação do esmagamento. Esse fator e a conjuntura internacional atípica resultaram nessas variações, mas elas não podem ser extrapoladas para todo o ano de 2022.

Projeções

As projeções anuais da ABIOVE para o complexo soja em 2022 foram alteradas apenas na variável exportação do grão, a qual foi reduzida de 77,7 milhões de toneladas para 77,2 milhões, o que resultou em um aumento do estoque final projetado para o ano. As estimativas para o processamento de soja seguem em 48 milhões de toneladas e a produção de farelo e óleo em 36,7 e 9,7 milhões de toneladas, respectivamente.

Por fim, foram alterados os preços médios de referência das exportações, cuja soma deverá atingir valor próximo de US$ 56 bilhões em 2022, mais um novo recorde.
Link
Notícias Relacionadas »