18/04/2022 às 11h50min - Atualizada em 18/04/2022 às 13h32min

Em busca de produção eficiente, nutrição de precisão ganha cada vez mais espaço na cadeia de proteínas animais

Determinar a composição exata dos ingredientes e rações é essencial para atender às necessidades nutricionais e otimizar os custos da produção animal

SALA DA NOTÍCIA Texto - Assessoria de Imprensa

Em busca de produção eficiente, nutrição de precisão ganha cada vez mais espaço na cadeia de proteínas animais
 
Determinar a composição exata dos ingredientes e rações é essencial para atender às necessidades nutricionais e otimizar os custos da produção animal

 
Mesmo diante da volatilidade dos custos dos grãos e demais insumos e matérias-primas para rações, que impacta de maneira significativa nos custos, o produtor não pode ser refém do vaivém. “Por exemplo, na região Sul do país, a forte seca registrada nos últimos meses contribuiu para a redução da estimativa de produção de grãos e fibras no Brasil, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Nesse contexto, a Bolsa Brasileira de Mercadorias chega a registrar a saca da soja custando até R$ 210,00 na região. Com recursos limitados e alta nos preços, a dieta dos animais precisa ser cada vez mais eficiente para que não haja desperdícios ou perda de qualidade da proteína animal”, informa Hector Martinez, Ph.D. gerente de Tecnologia e Inovação da Trouw Nutrition.
 
“Como avicultores, suinocultores, produtores de leite, carne bovina e até a indústria de pet food devem enfrentar esse complexo cenário? Se não conseguem controlar os custos ingredientes importantes, devem ter atenção especial ao conteúdo nutricional e à garantia da qualidade. Afinal, o raciocínio é oferecer as melhores matérias-primas disponíveis aos animais para que a produtividade seja a melhor possível. O inverso também é verdadeiro: se a ração oferecida contém ingredientes de baixa qualidade e valor nutricional, o desempenho será menor – incrementando significativamente a conversão alimentar, riscos de doenças, além do custo da produção por quilo produzido”, explica Martínez.
 
Nesse cenário, é perfeitamente possível controlar a qualidade das matérias-primas. Basta avaliar determinados parâmetros. Héctor Martínez informa que existem tecnologias que determinam e digitalizam seus valores nutricionais, inclusive utilizando smartphone. “Mais do que isso, o equipamento detalha sua composição, incluindo energia (qualquer que esta seja), aminoácidos totais e estandardizados, açúcares, cinzas como Ca, P, K etc. e outros nutrientes, permitindo planejar de forma assertiva as estratégias nutricionais”.
 
“Estou falando do NutriOpt On-Site Adviser (NOA), equipamento de análise bromatológica portátil que faz análises in loco e precisas das matérias-primas e rações. Além de atestar a qualidade dos ingredientes, ele é rápido e permite ajustes imediatos na formulação, melhor gerenciamento de estoque, maior poder de negociação com fornecedores e redução de tempo e custo para análises. É possível detectar erros de mistura no processo de fabricação das rações também”.
 
O NOA é um NIR portátil (Infravermelho Próximo) que encurta o processo de levar as amostras ou matérias-primas até o laboratório. Ele realiza a análise sem a necessidade da moagem prévia. “O resultado chega em menos de um minuto. Isso porque, após a digitalização das amostras, os dados são comparados com o banco global de dados do Masterlab, um dos melhores laboratórios de nutrição animal do mundo. Essa comparação define se o ingrediente está ou não dentro dos padrões de qualidade para cada ingrediente”.
 
O especialista da Trouw Nutrition também destaca que as margens para erros estão cada vez mais estreitas. “A nutrição de precisão está disponível e possibilita a ação corretiva imediata, porque cada dia na cadeia de produção das proteínas animais custa muito. Com NutriOpt On-Site Adviser, os produtores pagam pelo conteúdo nutricional e a qualidade, já que é possível avaliar no momento se estão dentro dos parâmetros. A tecnologia está disponível para aumentar o poder de decisão dentro da fazenda, evitar prejuízos e contribuir para maximizar a produtividade”, completa Héctor Martínez.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://sandboxwj.cmswebsg.com.br/.