24/03/2022 às 23h28min - Atualizada em 25/03/2022 às 00h00min

Funcionário demitido do Itaú consegue na Justiça direito de voltar ao trabalho em BH

Banco assumiu compromisso público de não fazer demissões durante a pandemia da Covid-19, mas funcionário foi dispensado em novembro de 2020.

Portal G1
https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2022/03/24/funcionario-demitido-do-itau-consegue-na-justica-direito-de-voltar-ao-trabalho-em-bh.ghtml

Banco assumiu compromisso público de não fazer demissões durante a pandemia da Covid-19, mas funcionário foi dispensado em novembro de 2020. Agência do Itaú (imagem ilustrativa)
Alex DePaula/G1
O Itaú Unibanco foi condenado pela Justiça a reconduzir um ex-funcionário de volta ao cargo em que ocupava em uma agência, em Belo Horizonte. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (24) pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MG).
De acordo com a Justiça, o ex-funcionário alegou que foi demitido durante a pandemia. Mas comprovou que o Itaú Unibanco assumiu compromisso público de não demitir quaisquer funcionários durante a crise sanitária.
O homem havia sido contratado pelo banco em maio de 2013 e atuava como caixa. De acordo com os registros trabalhistas, a dispensa foi realizada em novembro de 2020, com aviso-prévio indenizado.
Para o juiz Márcio Toledo Gonçalves, o compromisso da rede bancária foi público e voluntário, amplamente divulgado pela mídia. O magistrado ainda completou que essa atitude trouxe benefícios à imagem do Itaú Unibanco e gerou cláusula no contrato de trabalho dos empregados.
A decisão também cita que o banco não pode mudar sua postura de forma unilateral, sem qualquer justificativa plausível.
A Justiça deu prazo de 15 dias para que o ex-funcionário retome as funções, nos mesmos moldes anteriores à demissão. Em caso de descumprimento, o Itaú Unibanco deverá pagar R$ 1 mil por dia, até o limite de R$ 50 mil.
Houve recurso e o caso seguiu para o Tribunal Superior do Trabalho.
Por volta das 23h, a reportagem do g1 entrou em contato com o Itaú Unibanco e aguarda retorno da instituição com o posicionamento.
Os vídeos mais vistos do g1 Minas:

Fonte: https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2022/03/24/funcionario-demitido-do-itau-consegue-na-justica-direito-de-voltar-ao-trabalho-em-bh.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »