24/03/2022 às 13h18min - Atualizada em 24/03/2022 às 16h02min

Crise na Ucrânia expôs a necessidade global de transações em moeda digital, diz CEO da BlackRock

A guerra forçou os países a reavaliar sua dependência de moeda e aumentaram os interesses em uma rede global de moeda digital, disse o executivo.

Bitcoin
https://guiadobitcoin.com.br/noticias/crise-na-ucrania-expos-a-necessidade-global-de-transacoes-em-moeda-digital-diz-ceo-da-blackrock/

O CEO da empresa multinacional americana de gerenciamento de investimentos BlackRock, Larry Fink, afirmou que as implicações econômicas e financeiras da crise Ucrânia-Rússia estão fazendo um forte argumento para que as moedas digitais atuem como ferramenta para liquidações de transações internacionais no futuro.

A invasão russa em curso da Ucrânia levou a uma variedade de sanções econômicas à economia russa dos EUA e de outros países ocidentais.

A Reuters informou que o executivo se dirigiu aos acionistas em uma carta que explicava que a guerra poderia coagir os países a reavaliar sua dependência de outras moedas e economias, eventualmente abrindo caminho para uma rede global de pagamentos digitais.

A crise esmagou a vontade dos países de continuar a cooperar com as forças da globalização que estão em ação há mais de três décadas, acrescentou Fink.

A observação de Fink sobre o mercado de moedas digitais não é isolada. A Rússia está pedindo aos países que compram petróleo e gás do país que mudem para uma alternativa SWIFT enquanto a Índia está desenvolvendo um gateway de pagamento direto de INR. Isso também significou um foco maior em uma rede global de pagamentos em moeda digital. Há também conversas sobre a The Clearing House colaborar com a Wells Fargo para desenvolver uma alternativa SWIFT.

A Blackrock está estudando criptomoedas e moedas estáveis devido ao aumento do interesse da clientela, explicou o CEO:

“Um sistema global de pagamento digital, cuidadosamente projetado, pode melhorar a liquidação de transações internacionais, reduzindo o risco de lavagem de dinheiro e corrupção.”

A postura do CEO da gestora de ativos marca uma mudança acentuada em relação a seus comentários no ano passado, onde ele apontou ser muito cedo para prever se as criptomoedas são apenas uma ferramenta de negociação especulativa.

Fink explicou ainda que o acesso ao mercado de capitais global é um “privilégio, não um direito”. A BlackRock reduziu sua exposição total de clientes à Rússia para menos de US$ 1 bilhão no início deste mês, de US$ 18 bilhões antes da intensificação da crise.

The post Crise na Ucrânia expôs a necessidade global de transações em moeda digital, diz CEO da BlackRock appeared first on Guia do Bitcoin.



Fonte: https://guiadobitcoin.com.br/noticias/crise-na-ucrania-expos-a-necessidade-global-de-transacoes-em-moeda-digital-diz-ceo-da-blackrock/
Link
Notícias Relacionadas »