18/03/2022 às 23h29min - Atualizada em 19/03/2022 às 00h00min

Russos mantêm estratégia de bombardear áreas densamente povoadas de Kiev

Desta vez, míssil atingiu prédios residenciais próximos a uma escola infantil, relata o fotógrafo Gabriel Chaim.

Portal G1
https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2022/03/18/russos-mantem-estrategia-de-bombardear-areas-densamente-povoadas-de-kiev.ghtml

Desta vez, míssil atingiu prédios residenciais próximos a uma escola infantil, relata o fotógrafo Gabriel Chaim. Russos mantêm estratégia de bombardear áreas densamente povoadas de Kiev
A Rússia manteve a estratégia de bombardear áreas densamente povoadas de Kiev. O relato é do fotógrafo Gabriel Chaim.
Na região em que um míssil caiu tem perto uma escola infantil, que também foi atingida. A maior explosão atingiu vários edifícios residenciais, que ficaram quase que completamente inabitáveis.

“Estou mandando saudações para a cidade de Kherson. Nós vamos ganhar. Não consigo falar mais”, diz uma ucraniana.
Kremlin ameaça países que oferecerem armas russas à Ucrânia
Putin faz showmício em estádio lotado por apoiadores e funcionários do governo
Biden avisa Xi Jinping que ‘haverá consequências’ se China ajudar Rússia nos ataques à Ucrânia
O prefeito de Kiev esteve nesta sexta-feira (18) nessa área residencial que foi atingida.
“Essa é uma área residencial. Destruíram uma escola infantil a apenas 50 metros daqui. Vidas foram perdidas. Que evidências ainda são necessárias para interromper essa guerra, esses assassinatos, esse genocídio do povo ucraniano?”, disse Vitali Klitschko.
“Eu faço cobertura da Síria desde 2013. E hoje foi a primeira vez aqui na Ucrânia que eu vi uma devastação que eu posso comparar com os dias em que eu estava na Síria”, conta Chaim.
“Se precisar lutar, eu vou lutar. Moro aqui desde 1993. Eu tive oportunidade de ir para Lviv, poderia ter ido para o exterior, mas a minha consciência não deixa”, afirma um ucraniano.
“Eu queria apenas um chocolate e me amarram aqui. Estão aplicando um corretivo. Por favor, me solte”, diz um ucraniano que foi preso a uma árvore.
“Esse jovem queria roubar, durante uma época de guerra, uma caixa de chocolate no mercado. A segurança o deteve e depois trouxe ele para cá, para que sirva de lição”, conta o ucraniano que prendeu o rapaz.
O rapaz foi colocado na árvore, preso por uma fita isolante, pela Força Territorial de Defesa Civil, que atua no centro da capital. Eles são civis que receberam armas do governo para poder lutar contra a invasão russa.
Chaim conta que foi obrigado a apagar o material que ele tinha na câmera por um policial que ameaçou atirar, caso não cumprisse a ordem.

Fonte: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2022/03/18/russos-mantem-estrategia-de-bombardear-areas-densamente-povoadas-de-kiev.ghtml


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://sandboxwj.cmswebsg.com.br/.