16/03/2022 às 15h55min - Atualizada em 16/03/2022 às 16h30min

MP e Grupo Equatorial iniciam reuniões sobre falta de luz após temporais na Região Metropolitana de Porto Alegre

Segundo a concessionária, foram impactados 190 mil clientes. Alguns ficaram sem luz por dias. Objetivo do MP é evitar a judicialização do caso.

Portal G1
https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2022/03/16/mp-e-grupo-equatorial-iniciam-reunioes-sobre-falta-de-luz-apos-temporais-na-regiao-metropolitana-de-porto-alegre.ghtml

Segundo a concessionária, foram impactados 190 mil clientes. Alguns ficaram sem luz por dias. Objetivo do MP é evitar a judicialização do caso. Temporais causaram diversos estragos no RS, principalmente na Região Metropolitana de Porto Alegre
RBS TV/Reprodução
O Ministério Público do Rio Grande do Sul e o Grupo Equatorial realizaram uma reunião, na quarta-feira (16), a respeito dos problemas de abastecimento de energia elétrica na Região Metropolitana de Porto Alegre após os temporais que atingiram a região. Segundo a concessionária, 190 mil clientes chegaram a ficar sem luz, que foi restabelecida nos dias seguintes.
Moradores da Região Metropolitana de Porto Alegre enfrentam falta de luz há três dias após temporais: 'é desumano'
Na próxima segunda-feira (21), uma nova reunião será realizada, com a presença, além do MP e da empresa, de representantes do Poder Público e de consumidores. O objetivo, conforme o MP, é evitar a judicialização do caso, que teve um grande número de reclamações recebidas.
A empresa deve prestar informações e apresentar um plano de ações para qualificar a prestação do serviço.
Agergs notifica CEEE por atraso na entrega de informações
A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs) também apura a atuação da concessionária, e na segunda-feira (14), notificou a empresa devido à entrega de informações fora do prazo por parte da concessionária.
A CEEE Equatorial tem 15 dias para se manifestar.
A empresa informou que o grupo irá prestar as informações sobre as interrupções de energia.
"Para o restabelecimento da energia aos 190 mil clientes impactados nessas intempéries, os prazos foram distintos, dependendo da complexidade de cada caso. Uma situação simples de falta de energia ocasionada por vento é diferente de outra, que envolve, por exemplo, queda de árvores de grande porte ou objetos sobre a rede elétrica", afirma a empresa, em nota.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Fonte: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2022/03/16/mp-e-grupo-equatorial-iniciam-reunioes-sobre-falta-de-luz-apos-temporais-na-regiao-metropolitana-de-porto-alegre.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »