MENU

20/09/2021 às 05h01min - Atualizada em 22/09/2021 às 00h00min

Eleições no Canadá: Justin Trudeau enfrenta disputa acirrada nesta segunda para se manter no cargo

Primeiro-ministro convocou eleição antecipada na esperança de ganhar a maioria dos assentos no Parlamento, mas enfrentou críticas por votação durante uma pandemia. Pesquisas mostram pequena vantagem sobre Partido Conservador, de Erin O’Toole.

SALA DA NOTÍCIA G1
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/09/20/eleicoes-no-canada-justin-trudeau-enfrenta-disputa-acirrada-nesta-segunda-para-se-manter-no-cargo.ghtml

Primeiro-ministro convocou eleição antecipada na esperança de ganhar a maioria dos assentos no Parlamento, mas enfrentou críticas por votação durante uma pandemia. Pesquisas mostram pequena vantagem sobre Partido Conservador, de Erin O’Toole. O primeiro-ministro e líder do Partido Liberal do Canadá, Justin Trudeau, posa entre apoiadores durante evento de campanha em Maple, no domingo (19)
Cole Burston/Getty Images/AFP
O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, enfrenta uma disputa acirrada contra seu rival do Partido Conservador, Erin O’Toole, para se manter no cargo em eleições disputadas nesta segunda-feira (20).
Há seis anos no poder, Trudeau, do Partido Liberal, convocou a eleição antecipada na esperança de ganhar a maioria dos assentos no Parlamento e consolidar seu poder, mas enfrentou muitas críticas por convocar uma votação durante uma pandemia.
Governo de minoria
Os canadenses não elegem diretamente o primeiro-ministro. Em vez disso, o posto vai para o líder do partido que ganha a maioria das cadeiras na Câmara dos Comuns ou pode se aliar a outro partido para alcançar a maioria.
Trudeau convocou as eleições antecipadas na esperança de ganhar a maioria, mas as pesquisas sugerem que nenhum partido provavelmente obterá a maioria dos 338 assentos do Parlamento, então uma aliança pode ser necessária para aprovar a legislação.
Trudeau antecipa eleições e enfrenta aperto nas pesquisas
Se os conservadores ganharem a maioria das cadeiras - mas não a maioria - espera-se que eles busquem um acordo com o partido separatista Bloco Quebecois em Quebec. Os liberais de Trudeau provavelmente confiariam nos novos democratas de esquerda.
Atualmente, os liberais têm 155 cadeiras, os conservadores 119, o bloco Quebecois 32 e os novos democratas de esquerda, 24. O Partido do Povo não tem nenhuma.
Último apelo
No domingo, último dia de campanha, as pesquisas apontavam que ele tinha leve vantagem, mas reafirmaram que nenhum partido conseguiria obter a maioria para exercer o poder sem apoio de alianças.
Em seu último apelo aos eleitores, Trudeau usou como arma o combate à Covid-19, afirmando que os conservadores devem enfraquecer os esforços realizados até o momento, caso sejam eleitos.
“Não precisamos de um governo conservador que não seja capaz de mostrar liderança nas vacinações e na ciência de que precisamos acabar com isso”, disse ele em um evento em Montreal.
O primeiro-ministro usa também a seu favor o fato de O’Toole se recusar a dizer quantos candidatos de seu partido não se vacinaram, descrevendo o ato como uma decisão de saúde pessoal de cada um.
O Canadá teve muito menos casos e mortes do que muitos outros países, e o governo de Trudeau gastou centenas de bilhões de dólares para sustentar a economia em meio a bloqueios. Depois de um início lento, o Canadá é hoje um dos países mais vacinados do mundo e lidera o G-7 em taxas de vacinação. O primeiro-ministro reabriu recentemente a fronteira, mas apenas para os vacinados.
Se eleito, O'Toole diz que fechará as fronteiras para evitar a entrada de variantes perigosas. Além disso, O'Toole puxou seu Partido Conservador para o centro em uma tentativa de ganhar o poder e agora se autodenomina progressista.
Vacinas
Trudeau argumenta que ter os conservadores no poder durante uma pandemia não é sábio, dizendo que os canadenses precisam de um governo que siga a ciência. O'Toole não exige que os candidatos de seu partido sejam vacinados e não vai dizer quantos não foram vacinados.
Trudeau apoia que as vacinas sejam obrigatórias para os canadenses viajarem de avião ou trem, algo a que os conservadores se opõem. Trudeau aponta ainda a terrível situação em Alberta, dirigida por um governo provincial conservador.
O primeiro-ministro de Alberta, Jason Kenney, diz que a província pode ficar sem leitos e funcionários para unidades de terapia intensiva em alguns dias. Kenney se desculpou pela crise e agora está relutantemente apresentando um passaporte de vacina e impondo uma ordem obrigatória de trabalho remoto dois meses depois de suspender quase todas as restrições.
Os liberais, por sua vez, estão veiculando um anúncio de ataque que cita O'Toole elogiando Kenney por sua gestão da pandemia, dizendo que tem sido melhor do que o governo federal de Trudeau.
O líder do Partido Conservador do Canadá, Erin O’Toole, cumprimenta apoiadores durante evento de campanha em Dundas, Ontário, no sábado (18)
Cole Burston/Getty Images/AFP
Quem é O’Toole
Filho de um político de longa data, O'Toole se anunciou como um “verdadeiro conservador azul” que jurou “Tomar o Canadá de volta!” quando ganhou a liderança de seu partido há apenas um ano. Agora ele se autodenomina progressista e repudia as políticas sociais e fiscais que o tornaram o líder de seu partido.
As pesquisas mostram que O'Toole poderia derrotar o Partido Liberal de Trudeau, apesar das críticas que ele dirá e fará de tudo para ser eleito.
O'Toole agora defende um imposto sobre o carbono que ele prometeu matar e os conservadores menosprezaram. Ele reverteu a posição do partido sobre as armas três semanas após o início da campanha, contradizendo a plataforma conservadora que divulgou no mês passado ao prometer manter a lista de armas proibidas dos liberais.
Extrema-direita
Um político que perdeu por pouco a liderança do Partido Conservador em 2017 agora lidera um partido de extrema-direita que se opõe a vacinas e lockdowns.
As pesquisas sugerem até 5% a 10% de apoio a Maxime Bernier e seu Partido do Povo do Canadá, o que poderia sangrar o apoio do Partido Conservador e ajudar os liberais a reter o poder. Um preocupado O'Toole disse na sexta-feira que, embora haja outros partidos, há apenas um partido que tem uma chance de derrotar Trudeau – os conservadores.
Apoiadores antivacinas do Partido do Povo tentaram atrapalhar os comícios de campanha de Trudeau. Um membro do partido foi preso por jogar cascalho e pedras em Trudeau, e houve protestos em frente aos hospitais.
Vídeos: Os mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

Fonte: G1.COM.BR
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://sandboxwj.cmswebsg.com.br/.